terça-feira, 1 de setembro de 2009

Palacete dos Leões

3 comentários:

Katrina disse...

Fascinante.

Magamim disse...

Onde está o palácio?
só vejo o guardião com aura alada.

urbanoideiluminado disse...

O Palacete dos Leões, inaugurado em 1902, é testemunho
de um período de grande prosperidade no Paraná. Na virada
para o século XX, a população de Curitiba ultrapassava os 35
mil habitantes. As construções na cidade aumentavam, exigindo
a ampliação dos serviços de água, saneamento, esgoto, limpeza
e iluminação. Nos bairros Batel e Alto da Glória foram
construídas as mais belas e imponentes residências. O ciclo
da erva-mate, chamada “ouro verde”, impulsionava a economia,
enquanto Curitiba ganhava contornos urbanos e ares de
modernidade.
Ao longo de oito décadas, o Palacete abrigou a família e os
descendentes de Agostinho Ermelino de Leão Júnior, fundador
da empresa produtora do Matte Leão, um industrial arrojado e
de destaque na sociedade da época.