sábado, 17 de outubro de 2009

Um comentário:

Magamim disse...

Por onde passas,
De costas para os vitrais,
Para os pombos, os pardais...
Deixas apenas a sombra,
Os assombros, os aís...,
Os arrepios do nunca mais.
Deixas para trás o tempo,
Os arrependimentos e,
As vidas ancestrais.

(rss)