sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Alvéolos de petit pavê

Um drone
observa-me
por entre
alvéolos
de petit pavê
na cidade
tipo exportação
feita
pra ninguém

E meu irmão,
que
encontra-se
jogado
para fora do
espetáculo:

:saca de
vísceras
instituídas
em alcool,

lamenta
que a vida
é rinha
sem saída;

e a
infância
invisível,
tal qual
o mendigo,

por entre
alvéolos
de petit pavê


Ricardo Pozzo

3 comentários:

Anônimo disse...

Se juntássemos toda a energia, toda a visão crítica, toda pessoa que deseja mudar, poderíamos inventar uma outra cidade.

Habitar outros territórios, na terra mesmo, sem precisar pensar em Marte, seria uma das possibilidades de viver melhor. Não é dificil. Estamos envelhecendo em cidades sem características. Já nascemos velhos, na mais das verdades. E cidades tipo exportação é falseta. É marketing barato. O diferencial da cidade está no salário de discriminação e na cristalização do "eu mando e o você (o outro) obedece". É terrivel uam estrutura assim. Reprimi qualquer atitude não padronizada. Qualquer pensamento pendurado no voo das gaivotas. Vivemos o tempo da cronometração.

Sobre a invisibilidade - que está ligada ao tutu que a pessoa recebe no fim do mes ou à sua cor, conforme definem alguns sociólogos, no cabeça de porco tem umas páginas para bom entendedor.

Penso que no seu poema, o concreto costuma respirar.

abç
GQ

Deisi Giacomazzi disse...

Ótima poesia, com imagens fotograficas, quase posso ver as cores das palavras.

twelvetribes disse...

Estou agora aqui no trabalho, repassando algumas idéias que li e reproduzi. Aqui nos bastidores eu produzo a minha pesquisa estética que visa a conceituação da moral na ordem filosófica curitibana. Não é que o sucesso e a fama sejam nocivos segundo a minha concepção estética fundamentada na orinalidade da obra, mas simplesmente penso que devemos melhorar alguns aspectos de nossa produção local, colocando nelas a personalidade nas idéias. Muitos textos são realmente interessantes, Ricardo. Agora que estou com tempo, vou "participar" do blog com idéias e sugestões de como exprimir nossas idéias sem incorrer no chavão, no clichê, e na linguagem vulgar.